Ping-Pong: Homem VS Máquina

timoboll_vs_agilus

Em 1997, o campeão de xadrez Garry Kasparov foi vencido pelo computador da IBM, Deep Blue. Houve bastante controvérsia quanto ao resultado, no entanto, ficou claro que uma inteligência artificial já conseguia enfrentar de forma competitiva um grande campeão em um jogo intelectual. Já em 2011, a IBM pôs o Watson no Jeopardy, um show de TV baseado em perguntas e respostas, e competiu com os maiores campeões do programa. As máquinas venceram de novo. O novo desafio é menos intelectual e mais físico: uma partida até a morte de tênis de mesa entre o braço robótico Agilus e Timo Boll, o atual melhor jogador alemão e oitavo melhor do mundo.

Primeiro no xadrez com Deep Blue, depois no Jeopardy! com Watson e agora no tênis de mesa com o Agilus. Competições entre máquinas e humanos estão tornando-se comuns com os avanços em inteligência artificial e robótica. Até agora, os desafios enfrentados pelas máquinas foram bastante intelectuais, como jogos de tabuleiro ou perguntas e respostas. O novo desafio segue a tendência das novas competições entre humanos e robôs: esportes. No tênis de mesa o que vale mais é reflexo, precisão, agilidade e flexibilidade. O grande desafio das competições esportivas para máquinas é uma partida de futebol entre um time de robôs e a seleção campeã da copa do mundo, um evento que está previsto para o ano de 2050… Mas, por enquanto, ficamos com a partida de ping-pong.

A batalha, que está prevista para o dia 11 de março de 2014, é patrocinada pela fabricante de robôs industriais alemã, KUKA Robotics Corporation e faz parte do evento de inauguração de uma filial em Shanghai, na China.

Será que as máquinas vão nos superar de novo?

David Borges

Um dia... Boom! Dragão sem Chama.

3 thoughts to “Ping-Pong: Homem VS Máquina”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *